França deixa porta aberta para Benzema na Olimpíada

Real Madrid / Twitter

Real Madrid / Twitter

Ausente da seleção francesa desde 2015, Karim Benzema poderia participar da Olimpíada de Tóquio reforçando a equipe sub-23? Se depender do presidente da federação, Noël Le Graët, a decisão caberá apenas ao técnico do time olímpico, Sylvain Ripoll.

O técnico Didier Deschamps deixou de chamar Benzema para a seleção principal desde o escândalo em que foi acusado de participar de uma tentativa de chantagem e extorsão com o colega de seleção Mathieu Valbuena, relacionada à possível divulgação de um vídeo sexual.

Campeão mundial em 2018, Deschamps renovou recentemente seu contrato com a França até 2022. Neste sábado, perguntado mais uma vez sobre o jogador do Real Madrid, disse que não fala mais sobre o assunto.

“Não tenho mais nada a dizer”, afirmou o técnico à rádio RMC Sport. “Perguntem a Noël Le Graët ou Sylvain Ripoll, mas não sei se eles responderão. Não é minha responsabilidade”.

Questionado, Le Graët disse que a opção será de Ripoll: “Será o treinador a decidir”.

Cada seleção participante do torneio olímpico poderá convocar até três jogadores com mais de 23 anos. Benzema, no entanto, nunca manifestou sua intenção de participar da competição.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.