Brasil tem três rivais por sediar Copa feminina de 2023

As One 2023 / Twitter

As One 2023 / Twitter

A Fifa confirmou nesta sexta-feira quatro candidaturas a sediar a próxima Copa do Mundo feminina, em 2023. Além do Brasil, estão na disputa Colômbia, Japão e a candidatura conjunta de Austrália e Nova Zelândia.

A escolha da sede será feita na reunião do Conselho da Fifa em junho de 2020, em Adis Abeba, na Etiópia. Antes, em janeiro e fevereiro, haverá visitas de inspeção aos países candidatos, para a elaboração de relatórios de avaliação.

A edição de 2019, na França, foi considerada um sucesso de público e audiência, o que levou a Fifa a ampliar a Copa de 2023 para 32 seleções participantes.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.