“Black Friday”? Manchete de jornal revolta clubes na Itália: “Inaceitável”

Corriere / Reprodução

Corriere / Reprodução

Em meio à temporada mais marcada por episódios de racismo nos últimos anos, a manchete do diário italiano Corriere dello Sport causou revolta nesta quinta-feira. Com uma foto do atacante Romelu Lukaku, da Internazionale, e do zagueiro Chris Smalling, da Roma, ambos negros, o Corriere estampou o título “Black Friday”, em alusão ao tradicional dia de promoções do comércio.

Clubes da Serie A se manifestaram sobre a irresponsabilidade do jornal. O Milan, em sua conta de Twitter, comentou: “É completamente inaceitável tamanha ignorância sobre racismo. Não ficaremos em silêncio nesta questão”.

A conta em inglês da Roma, conhecida por usar um tom bem-humorado em suas postagens, usou um “meme” para criticar a capa. O técnico da equipe da capital, Paulo Fonseca, foi questionado em entrevista coletiva e também repudiou o diário: “A manchete do Corriere? Não acho que seja uma boa escolha de palavras. Precisamos ser mais conscientes quando falamos a questões ligadas ao racismo – precisamos ter mais consideração”.

A Fiorentina também se manifestou no Twitter: “Sem comentários”. A Inter não se referiu diretamente à capa e preferiu uma afirmação genérica: “Futebol é paixão, cultura e irmandade. Somos e sempre seremos contra qualquer forma de discriminação”.

Nesta temporada, Lukaku já foi alvo de imitações de macaco em um jogo contra o Cagliari, em um de muitos episódios de racismo nos estádios italianos. Outro aconteceu com Mario Balotelli, do Brescia, contra o Verona. Mês passado, o presidente do Brescia, Massimo Cellino, fez um comentário sarcástico dizendo que o problema de Balotelli é “que ele é negro, mas está tentando se clarear”.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

Tags: