Polêmica: Chile encerra temporada com campeão, mas sem acesso

Sifup / Twitter

Sifup / Twitter

Os clubes chilenos votaram pelo encerramento da temporada, interrompida há seis semanas por causa da onda de protestos no país. A decisão, que consagrou a líder Universidad Católica campeã, causou polêmica por determinar que não haverá rebaixamento ou acesso, prejudicando os times que lutavam para subir.

A decisão de encerrar a temporada foi tomada, entre outros motivos, pela necessidade de apresentar à Conmebol os classificados para as competições internacionais de 2020 – Libertadores e Sul-Americana.

Além da Católica, estarão na Libertadores o Colo Colo e o Palestino. Resta definir como ficará a última vaga, destinada inicialmente ao campeão da Copa Chile.

Líder da segunda divisão, o Santiago Wanderers afirmou em sua conta no Twitter que protestará na justiça desportiva para fazer valer seus direitos. O sindicato chileno dos jogadores também se manifestou contra a anulação do acesso.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.