Palmas apenas para o América

Reprodução Twitter

Reprodução Twitter

Você consegue imaginar que o Cruzeiro pode terminar a rodada de novo na zona de rebaixamento? Consegue pensar que a goleada sofrida contra o Santos é apenas mais um aviso e que não dá para tapar mais o sol com peneira?

Não deu para perceber a diferença de competitividade, de filosofia de jogo e de organização? Faltarão poucas oportunidades e apenas doze pontos a serem jogados. Claro que é possível, mas o que fez o Cruzeiro nos últimos doze pontos disputados? Três empates e uma derrota. Três pontos serão suficientes? Vale lembrar que apenas CSA, Chapecoense e Avaí – ambos na zona de rebaixamento – fizeram menos gols que o Cruzeiro.

Você já percebeu que o Galo perdeu mais uma em casa? Viu que em 34 jogos já são 15 derrotas? E a dificuldade para fazer a bola entrar? Até mesmo a fama de time que faz muito gol e que toma também deve ser repensada. Sim, é verdade que o time continua tomando gol, mas é um parto para fazer a bola entrar.

A alegria para o futebol mineiro parece estar mesmo com o torcedor do América. Foi ele que viu o time derrapar, e muito, no inicio da competição e já percebeu que depende só do Coelho para que a Série A se materialize novamente. Pelo menos o América. A data está marcada e sábado, em casa, termina a ansiedade e pode começar a festa americana.

Distante de toda qualquer chance de título, o futebol mineiro está condenado ao sorriso amarelo no final de ano. E não tenha dúvida! Os dirigentes, criativos nas explicações sem sentido, continuarão atribuindo aos caprichos da bola ter ou não entrado em um jogo ou outro.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

Categorias:
Futebol Nacional

Comentários